Digital clock

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Ciranda: Sentimentos


Sentir - corpo e alma,

Elo com o indizível.

Norteando vidas,

Temperando atos.

Intimos reflexos

Medos invisíveis,

Extases , fracassos,

Nexos, desconexos,

Tolices, ilusões,

O Homem e Deus
Simétricas emoções.
29.09.09
Para Ciranda de Maysa, RL.

Sentimentos...(30)


Silenciou-se a voz...

Invadindo a alma,

Lenta dor atroz,

Vela impiedosa

A minha mente.

Ninguém seguirá

Imortal semente.

Oh,morte! Sina!

Alguém dela foge?

Linha tênue do ser:

Vir, viver, partir.

Espasmo cósmico,

Sinuoso sentir.





29/09/09

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Sentimentos ...(29)



Gostava de dançar,



Ler, passear...namorar.



Onde ia,era só alegria.



Reunião com amigos,



Incríveis viagens,



Amores diversos



Confusos, de fé.



Até que um dia



Brincando com a vida



O cupido acertou o seu pé.





24/09/09
*Dedico a uma pessoinha querida que representou em vida muito mais q amiga, era uma irmã:Margareth Delly

Sentimentos...(27)...(28)



Retomava enfim seu lugar,


Ele sabia o quanto se amavam.


Juntos sempre foram felizes,


Ainda que longe estivessem.


No coração daquele homem


Existia apenas essa mulher


Cujo nome ele respeitava


Honrando seu sentimento.


Impelidos pela força do destino,


Conheceram outros caminhos.


Agora, viveriam seus momentos.








*-*


Jogou-se numa cadeira,

Olhos anuviados,

Tez abatida e cansaço,

Ainda não acreditava.

Em suas mãos a missiva,

Redigida sem cuidado -

Raposa velha, bandida!

Estava desempregado!








23/09/09

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Sentimentos...26

0
Não era de muito falar
E tinha um olhar distante.
Um homem triste, talvez,
Seguindo pela madrugada,
Acompanhado de sua timidez.
Suas rotas vestes escuras
Traziam marcas da solidão
Alimentando sua embriaguez.
Um homem, uma história de vida,
Traços na alma, sem porquês.


22/09/09

Sentimentos...(25)


Mais um dia de sol,
A mulher sorri feliz,
Urge então despertar.
Retoma a lida do dia,
Entoando melodias,
Linda mulher do lar.
Indefesa flor morena
Opositora serena.
Mistura singular.
A mãe, a voz, a raiz,
Cálice do amor tinto
Hálito de luar.
Abençoada Maria
Divina, diva, atriz,
O mundo é seu altar.




22.09.09

Sentimentos ...(24)


Noites orvalhadas
Úmidas paisagens
Vicejam as flores
Enfeitam jardins
Moços e moças
Breves amores
Romances afins
A vida acontece
Nova estação
Copulam as aves
Amor, sedução.
22/09/09

Sentimentos...(23)


Rua apagada, sem brilho,
A noite está sem lua.
Faz frio!
A chuva cai de mansinho
E rega as flores nuas.
Lirismo...
Teu corpo solto no cio
E eu te querendo no meu,
Um grito.
Braços estendidos, vazios,
Nada entre nós se perdeu.
Eu sinto...
Resiste o amor que é teu.


21/09/09

Sentimentos...(22)


Sinal amarelo.
A vida no vermelho.
Nada mais além
Da doença maldita...
Rosto no espelho,
Apático, sem cor.
Corpo estendido
Acena pra sorte.
Não luta, não chora,
Apenas espera ...
Seu último adeus.
Sem culpa, sem dó:
A morte a venceu!


21/09/09

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Sentimentos...(21)


O verde dos olhos dela,

Tão intensos quanto o mar,

Alcança os olhos dele,

Vagalumes ao luar.

Inquietas mãos se unem,

Obedecendo ao coração.

Com um beijo apaixonado,

Ocupam o ar de emoção.

Ressoam sinos distantes

Ao toque dos querubins -

Linda imagem dos amantes.



21/09/09



quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Insano


O sangue continua


a correr pelas ruas


violência absurda


que mutila, insulta,


a tal liberdade


minha e sua.


Pessoas imoladas


famílias enlutadas


enjauladas, sem paz.


Que paz??!!


Seres humanos,


Sejam humanos!


Que as garras


e as presas


são dos animais.








17/09/09

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Sentimentos...(20)



Ah, saudade tão grande!


Do amor que permance


no coração que padece


por alguém que está distante.


Ah, distância dolente,


Tenha piedade da gente!


Não permita Deus que eu parta


Sem que eu beije a face amada!








17/09/09

domingo, 6 de setembro de 2009

Surpresa


Mágico momento.

Faz eco na alma.

Coração agradece.
06/09/09

Haikai


Partos silenciosos.

As flores nascem.

Perfumes no ar.
06.09.09

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Sentimentos...(17)...(18)...(19).


Menina de pés descalços,
Alegoria das ruas,
Lépida, costumeira,
Um malabarismo insinua.
Não tem medo do mundo
O mundo nem a conhece
Vive sem eira nem beira
Onde a miséria faz prece.



*-*




Havia um brilho fosco
Envolvendo aquele olhar.
Lembranças adormecidas
Onde estava o seu sonhar.
Com o passar do tempo,
Rugas na alma e no rosto,
Ostentava aquela mulher
Sempre um ar de desgosto.
Isolada em seus segredos
Ocultava os seus medos.



*_*


Frente ao corpo do filho
Rezava a mãe em silêncio
A sorte que lhe faltou.
Não tinha forças no andar
Muito menos na alma
E aos prantos exclamou:
Leva,Senhor, o menino!
Leva, pra junto de Ti
O filho que um dia pedi.



* -*


02/09/09













terça-feira, 1 de setembro de 2009

Sentimentos...(16)



E setembro amanhece...

Desenhando as cores

Sobre a natureza bela.

Os ramos florescem,

Novos sóis no horizonte,

Pintam a Primavera!

As aves em revoada -

Uníssono tropical -

Linda versão dos céus,

Ungem toda a Terra.

Cintilam as borboletas,

Compondo o balé nas telas,

Imagens do próprio Deus.



01/09/09

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)
Oh! tristeza me desculpe, estou de malas prontas,hj a poesia veio ao meu encontro já raiou o dia, vamos viajar...
Ocorreu um erro neste gadget

Adorei sua visita!

Deixe seu comentário.Ele é muito importante pra mim. Cris Figueira*

"Espero no seu tocar a sutileza das asas da borboleta."(Cris)

Seguidores