Digital clock

quinta-feira, 27 de maio de 2010

É tempo de Copa!


Recolham as armas ,

esqueçam as guerras,

esqueçam as urnas,

é tempo de paz!

Estendam bandeiras

de verde e amarelo,

por sobre as mazelas

por sobre os umbrais.

Enfeitem as ruas,

de mais emoção.

escondam a miséria

que cobre o chão.

Preparem apitos,

ensaiem o Hino

do povo heróico

de tantas querelas.

Um campo de sonhos

se estende na tela,

um breve intervalo

embala a Nação.



27/05/2010









Visão


Saio à rua,

sinto

salpico de chuva.

No céu a lua,

em prata de verão,

aparece nua

entre véus

de nuvens escuras

- bela!




27/05/10

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Presença


Não quero ser um sentimento imposto,

um querer sem gosto,

uma imagem falha.

Quero deixar de mim o mais sutil,

uma verdade clara

do meu lado oposto.

Não quero ser uma saudade fria,

sem coloridas falas

e de lembranças tolas.

Quero deixar de mim o meu melhor,

passagem carimbada

no meu texto de avó.





24/05/2010

domingo, 23 de maio de 2010

Cobiça



Se não vem pra ficar,
por que me provoca
por que se insinua,



deixando minha boca
desejar a sua



na pele nua,


crua,


minha,


sua.


Meus olhos


perdidos nos seus


cobiçam sua alma


seu corpo


seu sentir.

Numa falsa timidez,

você desvia o olhar,


para que eu não leia,


o seu consentir.


Parece brincar


com minha libido


num jogo sensual


de um talvez...


Talvez eu queira


e você não queira.


Talvez eu desista


e você insista.


Talvez falte o sim


ou apenas um toque.


Mas se não for pra ficar


não me provoque!








23.05.2010


O Preto


Ah! Não!

Eu sempre gostei da cor!

Básica, prática, mágica.

Os acessórios combinam.

Mas lá vem você de novo,

me criticando sem dó

da eterna viuvez!

Já estou acreditando

na pertinente censura,

e vou racionalizar.

Nesta vida preto e branco,

me falta um pouco de cor...

talvez faça mesmo sentido.

Vou ouvir sua razão,

tiro o preto,por que não?

E adoto o colorido.



23/05/2010

sábado, 22 de maio de 2010

Divagando ...


* Quando minha alma está triste, em silêncio ouço o choro do coração.


* Por alguns instantes sento com as minhas saudades na beira da estrada, elas me dão motivos para seguir.


* Não creio em amores eternos substituíveis.


* A alegria modifica a expressão do rosto, como o sol a expressão do dia.


* Existem pessoas que deturpam nossas falas simplesmente por ignorarem o sentido amplo das palavras.


* Quando a vida lhe parecer cinza é hora de lavar os pincéis.


* É na poesia que arquivo minhas lembranças.


* Não há melhor remédio para o estresse do que pé no chão, banho de mar e muito verde!


* Meus olhos são meus grandes inimigos, sempre me traem ao dizerem o que eu sinto.


* Não se apresse em querer que a verdade apareça, ela tem seu tempo de chegar.

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)
Oh! tristeza me desculpe, estou de malas prontas,hj a poesia veio ao meu encontro já raiou o dia, vamos viajar...
Ocorreu um erro neste gadget

Adorei sua visita!

Deixe seu comentário.Ele é muito importante pra mim. Cris Figueira*

"Espero no seu tocar a sutileza das asas da borboleta."(Cris)

Seguidores