Digital clock

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Eu tenho medo


Tenho medo
Do homem que mata,
que fere,
que marca.
Da fome,
do frio,
do feio,
do fraco.

Tenho medo
Da mulher vadia,
e vazia,
sem luta,
sem brio,
sem brilho,
sem alma,
sem fé.

Tenho medo
Da criança perdida
nos vícios,
na dor,
das ruas,
pra sorte,
pra vida,
pra morte.

Tenho medo
Do idoso que morre
ou vive
sozinho,
sem risos,
sem sonhos,
sem lar,
sem valor.

Tenho medo
da fera em nós,
que aniquila,
que inveja,
que rouba,
e destrói.

Tenho medo
do que acontece
no escuro,
do fundo
do poço,
que dói.

Tenho medo
de tudo que se perdeu!
Da falta de luz,
da falta de amor,
da falta de Deus!





14/10/09


*Para Ciranda de Maysa (RL), com alterações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)
Oh! tristeza me desculpe, estou de malas prontas,hj a poesia veio ao meu encontro já raiou o dia, vamos viajar...
Ocorreu um erro neste gadget

Adorei sua visita!

Deixe seu comentário.Ele é muito importante pra mim. Cris Figueira*

"Espero no seu tocar a sutileza das asas da borboleta."(Cris)

Seguidores