Digital clock

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Estado da Alma




A mulher fita o nada
cantarola como se ninasse seus sonhos.
Balança o corpo levemente, pra lá e pra cá,
como um barquinho à deriva.
Olhos marejados de tristeza,
coração silencioso.
Porquês invadem sua mente,
sua alma se enche de agonia.
Seria tão fácil se livrar da dor,
se não fosse todo amor que ela sente. 12/01/2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)
Oh! tristeza me desculpe, estou de malas prontas,hj a poesia veio ao meu encontro já raiou o dia, vamos viajar...
Ocorreu um erro neste gadget

Adorei sua visita!

Deixe seu comentário.Ele é muito importante pra mim. Cris Figueira*

"Espero no seu tocar a sutileza das asas da borboleta."(Cris)

Seguidores