Digital clock

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

A Estréia





O TEATRO, UM QUARTO.

O PALCO, A CAMA.

............................................

CENÁRIO MUITAS VEZES IMAGINADO.

ENSAIARAM SEUS PAPÉIS AO LONGO DO TEMPO,

SOLITÁRIOS E APAIXONADOS.

ESTE MOMENTO DE ESTRÉIA ERA ESPECIAL.

APESAR DA EXPERIÊNCIA DA IDADE,

NÃO CONSEGUIAM DISFARÇAR

A ANSIEDADE, O MEDO, O DESEJO.

FECHARAM A CORTINA PARA O MUNDO

NÃO PRECISAVAM DE PLATÉIA.

ESTAVAM SÓS. DESCORTINAVAM-SE.

NEM UM SOM HAVIA ALÉM DA RESPIRAÇÃO OFEGANTE.

PRIMEIRO TOCARAM-SE COM OS OLHOS.

DEPOIS, APROXIMARAM-SE E LENTAMENTE SUAS MÃOS SE ENTRELAÇARAM.

SEUS CORPOS, JÁ ENSANDECIDOS,

ENCONTRARAM-SE.

E, DESPIDOS DE CULPAS E TENSÕES, AMARAM-SE.

NÃO HAVIA DIREÇÃO.

DIRIGIRAM-SE MUTUAMENTE.

E ENTRE SUSPIROS E DECLARAÇÕES,

OUVIRAM, CADA UM, O CORAÇÃO QUE APLAUDIA.

PROMETERAM ALI QUE NUNCA MAIS DEIXARIAM

AQUELE AMOR SAIR DE CENA.

CRIS

07/01/2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)
Oh! tristeza me desculpe, estou de malas prontas,hj a poesia veio ao meu encontro já raiou o dia, vamos viajar...
Ocorreu um erro neste gadget

Adorei sua visita!

Deixe seu comentário.Ele é muito importante pra mim. Cris Figueira*

"Espero no seu tocar a sutileza das asas da borboleta."(Cris)

Seguidores