Digital clock

domingo, 8 de fevereiro de 2009

ETERNAMENTE SER


SER SOMENTE TUA
TUA SER ETERNAMENTE
MULHER – DONA – SEMENTE
DO TEU AMANHECER

TUA LIRA, TUA NEURA,
TUA LUA BAILARINA,
TUA ESQUINA, TUA RUA,
TEU CANSAÇO, VÍCIO, SINA.

RASTROS, RASGOS, RAIOS
TODOS, TANTOS TRAÇOS,
DO TEU SER, NO MEU REGAÇO:
AMADO, SER.

Um comentário:

  1. O SEU JEITO, NÃO TEM JEITO
    É MULHER É MENINA
    É LUA É SOL
    CORES OPACAS E PURPURINAS
    É UM AMOR DE PESSOA
    TE AMO POR SER ASSIM
    SEM FREIO E SEM DESTINO
    BEIJOS
    VÂNIA

    ResponderExcluir

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)
Oh! tristeza me desculpe, estou de malas prontas,hj a poesia veio ao meu encontro já raiou o dia, vamos viajar...
Ocorreu um erro neste gadget

Adorei sua visita!

Deixe seu comentário.Ele é muito importante pra mim. Cris Figueira*

"Espero no seu tocar a sutileza das asas da borboleta."(Cris)

Seguidores