Digital clock

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Multifaces

Me diz

Quem é o moço

Que fala de amor

Que usa tantos nomes

E diz falsas verdades.

Seria um poeta? Ator?

Um escritor?

Ou um ser enjaulado,

Na sua identidade?

Moço de finos e envolventes modos,

Dotado de poesias, sutilezas e canções.

Aquece minha alma com palavras suas

E sem que se perceba rouba as atenções.

Mas este mesmo moço esquece seus valores

E sabe ser injusto, maldoso e cruel.

Mascara os seus erros, as falhas dos seus atos.

Indiferente, imputa-nos a culpa e a dor.

Quem conhece este homem?

Quantas faces ele tem?

Não sabe a quem ama.

Não é feliz também.

15/02/09

Um comentário:

  1. PARECE QUE VC OLHOU UM ROSTO PERDIDO, E CONSEGUIU DECIFRÁ-LO...PELO MENOS, SUTIL
    PALAVRAS PARA "O DESCONHECIDO"
    LINDO AMIGA
    VÂNIA

    ResponderExcluir

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)
Oh! tristeza me desculpe, estou de malas prontas,hj a poesia veio ao meu encontro já raiou o dia, vamos viajar...
Ocorreu um erro neste gadget

Adorei sua visita!

Deixe seu comentário.Ele é muito importante pra mim. Cris Figueira*

"Espero no seu tocar a sutileza das asas da borboleta."(Cris)

Seguidores