Digital clock

domingo, 26 de abril de 2009

Andarilha


Um véu cai do seu rosto

e deixa que veja com clareza

o mal que tem feito a si mesma.

Decide que não quer mais isso,

migra com suas lembranças

e parte pras suas andanças.

Não importa se sozinha

pés descalços ou não

sentindo toda emoção

ela quer renovar sua vida

não se passa por vencida

precisa espalhar poesias

pelo vento, pelo tempo,

por quem a quiser ouvir.

Esquecer talvez de vez

Amar quem sabe até

Chorar de tanto rir.



26/04/09


Um comentário:

  1. LINDA...ADOREI A FRASE QUE DIZ:
    "PRECISA ESPALHAR POESIA"
    BEIJOS AMIGA
    VÂNIA

    ResponderExcluir

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)
Oh! tristeza me desculpe, estou de malas prontas,hj a poesia veio ao meu encontro já raiou o dia, vamos viajar...
Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog

Adorei sua visita!

Deixe seu comentário.Ele é muito importante pra mim. Cris Figueira*

"Espero no seu tocar a sutileza das asas da borboleta."(Cris)

Seguidores