Digital clock

sábado, 28 de março de 2009

Caixinha de presente




Verso do inverso


travestido de sóis


não lhe cobrem as mentiras


nem falsos pudores


porque exibe verdades,


as suas verdades


de alma e cara lavadas.


Uma caixinha de presente


exposta a olhares


diversos, patéticos, curiosos...


Quem a desembrulha


descobre em seu interior


bela criatura que faz do sorrir


um canto de paz.






28/03/09

Um comentário:

  1. adorei!!!!!!!!!!!!!!
    puxa muinto obrigada pelo seu carinho.
    te adoro!!!!
    bjssssssssssss

    ResponderExcluir

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)
Oh! tristeza me desculpe, estou de malas prontas,hj a poesia veio ao meu encontro já raiou o dia, vamos viajar...
Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog

Adorei sua visita!

Deixe seu comentário.Ele é muito importante pra mim. Cris Figueira*

"Espero no seu tocar a sutileza das asas da borboleta."(Cris)

Seguidores