Digital clock

segunda-feira, 16 de março de 2009

CAVALGADA


Esta noite me propus a cavalgar pela madrugada

sobre o lombo do cavalo nu, macho manso, obediente e mudo

que no caminho do amor conduz.

..............................................................................................................


Lá vou eu, num sobe e desce louco, na corrida do prazer constante

É algo assim maravilhoso e solto, que exige mais do meu cavalo-amante.


.................................................................................................................................

No auge do gozo mais fugaz, como a alcançar o lugar desejado,

Sinto o delírio do seu corpo amado e o seu orgasmo no meu se desfaz.

.............................................................................................................................


E chega ao fim a nossa caminhada, voltamos nós, em ritmo bem lento...

Corpos suados, o sangue inda fervendo.

Então, repouso sobre o lombo do amante-amigo, do macho-nu,

Como a beijar-lhe a fronte agradecida.

E assim adormeço na mesma madrugada da cavalgada do amor que me seduz.




RJ, 1900 e alguma coisa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)

Viagem...(João Aquino e PC Pinheiro)
Oh! tristeza me desculpe, estou de malas prontas,hj a poesia veio ao meu encontro já raiou o dia, vamos viajar...
Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog

Adorei sua visita!

Deixe seu comentário.Ele é muito importante pra mim. Cris Figueira*

"Espero no seu tocar a sutileza das asas da borboleta."(Cris)

Seguidores